Telemarketing é o setor que mais capacita no primeiro emprego
POSTADO EM 26 de February de 2018

Jornada reduzida atrai jovens que querem conciliar trabalho com curso superior

Há pouco mais de um ano, Guilherme Dornelas, 19, conseguiu o seu primeiro emprego com carteira assinada. Todas as manhãs, Guilherme sai de casa determinado a bater suas metas de vendas no call center onde atua. Inicialmente, ele não pretendia permanecer muito tempo nesse setor, mas o aprendizado e as oportunidades que conquista a cada dia surpreenderam o vendedor.

“Foi o telemarketing que me abriu as portas do mercado de trabalho. Eu ainda não tinha nenhuma experiência e precisava do emprego para pagar a faculdade e esse emprego foi além do que eu imaginava. O telemarketing me mostrou que sou capaz de qualquer coisa, basta ter foco e determinação. Com o que aprendo no dia a dia da empresa, melhoro como pessoa e como profissional”, diz Guilherme.

Dados da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT) mostram que o telemarketing está entre os setores que mais oferecem o primeiro emprego. Segundo a ABT, o setor de contact center qualifica jovens que estão em seu primeiro emprego, promovendo sua ascensão social e melhorando sua empregabilidade em outros setores. A jornada reduzida de trabalho se reflete em uma maior quantidade de empregados que continuam estudando, o que reforça o papel do setor na qualificação de mão de obra.

Essa realidade também é notada em Rio Preto. Cerca de 15% dos colaboradores da Cobmax Contact Center encontraram na empresa sua primeira oportunidade de emprego. Há dez anos no mercado, a Cobmax busca dar oportunidade para os jovens mostrarem seu talento e desde então só tem sucesso com essa ação.

“Para nosso mercado, experiência prévia não é fundamental. Por isso, oferecemos o projeto de educação corporativa, no qual capacitamos a pessoa para a função designada, proporcionando todo o conteúdo teórico e desenvolvendo suas competências técnicas e comportamentais da melhor maneira possível. Esses ensinamentos vão além do cotidiano da empresa, servem para ser usados no dia a dia”, diz Thamires Souza, gerente de Recursos Humanos da Cobmax.

Faltando pouco mais de um ano para concluir a faculdade de administração de empresas, Guilherme, que nunca pensou em atuar no telemarketing, se apaixonou pelo setor. “Quero conciliar o que aprendo na faculdade com minha atuação na Cobmax. Todo esse conhecimento, aliado a um bom desempenho, vão me ajudar a crescer na empresa”, conclui.

Por:

COMENTE

Comentários