Vacina contra qualquer crise: networking
POSTADO EM 30 de October de 2018

Empreendedores bem-sucedidos são os que melhor exploram esse método e conseguem construir uma rede de relacionamento rica e diversificada

Possuir uma boa rede de relacionamento é essencial para qualquer empreendedor. Diante das dificuldades geradas pela crise econômica, o empreendedor brasileiro se voltou para uma velha prática do mercado: o networking. Foi por meio do networking que o advogado Jean Cardoso aumentou em 80% o número de clientes no escritório de advocacia em que é sócio.

“Os negócios do escritório melhoraram quando aprendi que o networking deve ter método. Isso implica em ter proximidade com pessoas que possuem contatos que possam vir a ser essenciais para o meu negócio. Outro ponto principal é saber ajudar quem me procura, fornecendo com bons contatos”, diz Jean. “Networking não é o mesmo que adicionar todo mundo no LinkedIn ou Facebook. Seria o mesmo que sair pelas ruas distribuindo cartões de visita ou folders a todos que passam, indiscriminadamente”, complementa.

Hélder Ferreira, vice-presidente do BNI Start, explica que o networking é uma prática de marketing de baixíssimo custo que oferece muita eficácia para identificar oportunidades e desenvolver contatos de negócios. “Nos tempos atuais, os empresários e empreendedores bem-sucedidos são os que melhor exploram esse método e conseguem construir uma rede de relacionamento rica e diversificada. Fazer networking é, portanto, uma habilidade que possibilita alcançar o sucesso“, diz.

Com o uso de técnicas de networking, Jean possui atualmente cerca de 12 mil contatos ativos. “O networking é fundamental para qualquer negócio. Com quem você vai preferir fazer uma parceria: com um desconhecido que tem um bom currículo disponível na internet ou com alguém indicado por um amigo próximo, que já experimentou o serviço? O velho boca a boca ainda é o que vale mais”, aponta.

Sobre o BNI

Fundado em 1985, o BNI é uma consagrada organização de networking de negócios. Seus membros são profissionais de negócios que ajudam uns aos outros por meio de seu compromisso com seu principal valor, o Givers Gain. Todas as semanas, em milhares de comunidades no mundo inteiro, os membros se reúnem com outros respeitados líderes de negócios para construir e intensificar relacionamentos duradouros e passar referências de negócios qualificadas. A afiliação ao BNI oferece acesso a treinamento de negócios, aprendizado com colegas e oportunidades para fazer networking e negócios com centenas de milhares de membros do BNI no mundo inteiro. O grupo rio-pretense do BNI existe há mais de um ano. No Brasil, o BNI conta com 138 Equipes, 5.029 membros e gerou mais de R$ 590 milhões nos últimos 12 meses.

Hélder explica que no BNI os integrantes fornecem referências uns aos outros para se ajudarem. “Cada pessoa tem cerca de 200 contatos, em média. Eles podem ser úteis para outros membros do grupo. Mas tudo é feito com método, não é só passar um telefone para alguém. Quem vai indicar um conhecido primeiro faz contato com a pessoa, explica do que se trata e diz para quem está indicando o serviço. Em Rio Preto, já ocorreram mais de 2 mil indicações em pouco mais de um ano de existência do BNI”, conta.

Por:

COMENTE

Comentários