Branding e o valor que só você pode entregar
POSTADO EM 9 de January de 2017

Em busca de vantagens competitivas no mercado atual, no qual ofertar um produto de qualidade ou estar presente nas mídias já não é o bastante para se diferenciar frente aos concorrentes, torna-se cada vez mais necessário que a marca se conecte com seus públicos. Nesse contexto, ganhou força o conceito de branding, que ajuda gestores e equipes a definirem as melhores estratégias para gerar identificação dos clientes com o serviço, produto e discurso que adotam.
Branding trata de estratégias, técnicas e soluções que uma marca pode se apoiar com o objetivo de se projetar no mercado. É um processo que une competências de diferentes áreas já consagradas, como design, gestão, relações públicas, marketing, publicidade, assessoria, entre outros campos, e propõe desde a elaboração das estratégias até a implantação e acompanhamento das ações deliberadas.
A área de branding realiza a gestão de marcas, apoiando-se em dados obtidos no mercado, com o histórico do negócio e por meio dos colaboradores e dos clientes. Unindo aspectos tangíveis e, principalmente, intangíveis é possível repensar como a marca está se posicionando no segmento para impactar na percepção que os públicos têm do negócio.

 

O DNA da marca

 

A sua marca envolve aspectos que nenhum outro concorrente tem, somente o seu negócio – e é exatamente isso que deve ser valorizado ao criar as estratégias de posicionamento no mercado. Olhar pra dentro da empresa, contar com as perspectivas dos colaboradores e clientes e rever a missão, a visão e os valores do negócio podem ajudar você a encontrar e propagar o propósito da sua marca.
Entendimento dos processos de comportamento humano é importante no processo, seja interno, seja externo. O autoconhecimento vai possibilitar que as características dentro do negócio reverberem. Assim como a identificação das características das personas colaboram para criar discursos mais alinhados com o perfil dos públicos.
Por meio da expressão dos valores agregados à marca, os consumidores podem se identificar e se conectar com a empresa, resultando na fidelização desse público. Uma vez que se tem o conceito de marca bem definido, o desafio é fazê-lo ser transmitido em cada via de comunicação que é adotada. Dessa forma, o cliente ou colaborador reconhece a marca na sua identidade visual, nas publicações, nas redes sociais, nos anúncios, demonstrando uma comunicação consistente e integrada.

 

Por Marília Néspoli
Assessora de Comunicação

Por:

COMENTE

Comentários