Investir em Comunicação Corporativa pode ajudar em tempos de crise
POSTADO EM 17 de September de 2015

Notícias de falência e demissões em massa dominam os jornais em temos de crise. Porém, diferentemente do que muitos acreditam, não é apenas o corte de gastos que pode ajudar uma empresa atravessar o momento.

Alguns tipos de investimento, como em comunicação corporativa podem ser uma excelente arma dos gestores contra as instabilidades econômicas. Ou seja, as companhias operantes devem demonstrar que, no cenário pessimista, há os que sobrevivem e que, mesmo que o volume de vendas caia e o consumo diminua, elas estarão presentes no mercado, oferecendo o que o público precisa e sempre buscando inovações.

Seja por meio das redes sociais, da assessoria de imprensa, dos e-books, newsletters ou da publicidade, investir em comunicação corporativa durante uma crise econômica é pensar tanto nas vendas de hoje, como na sobrevivência do amanhã.

É investir na prospecção de público, conversão de vendas e retenção de clientes. Afinal, o consumidor quer informação, quer sanar dúvidas, quer satisfazer seus interesses e, com uma boa comunicação, sua empresa estará diante dos olhos dele.

Os pequenos também vivem

A comunicação corporativa em tempos de crise se faz necessária também nas pequenas e médias empresas e naquelas que ainda são jovens. É preciso saber que as informações não podem parar de chegar ao público e a empresa precisa comunicar que está ali, pronta para oferecer soluções a consumidores antigos, conquistar novos e até mesmo tomar o lugar das grandes companhias que, em geral, têm os maiores preços.

Diante de um cenário de crise, comunicar bem e gerar conteúdo são formas de blindar qualquer pessimismo que rodeia a empresa e de aproximar as marcas de seus consumidores, sem cair no esquecimento.

Por:

COMENTE

Comentários