Vale a pena patrocinar um evento?
POSTADO EM 6 de July de 2018

Durante o ano, é comum os gestores das empresas se depararem com propostas de patrocínios. E aí surge uma dúvida: vale a pena patrocinar um evento? A resposta, de pronto, é: desde que você saiba o que está fazendo, sim.

Isso porque existem algumas variáveis antes de decidir se vale a pena ou não patrocinar um evento. O público do evento é o mesmo que o seu? Qual a forma como sua marca será exposta? O evento está de acordo com os seus valores corporativos? Haverá flexibilidade para ações comerciais ou de marketing mais criativas? É só uma placa ou você poderá ter um estande? Haverá contato com o público? Seu objetivo principal está nas vendas ou na exposição da marca?

Todas essas questões devem ser levadas em consideração antes da decisão final, pois elas terão impacto direto no resultado da ação. Para facilitar, vamos listar algumas dicas para fazer valer a pena patrocinar um evento. Confira!

 

magnifying-glass-2831367_1280
Saiba o que você busca em um patrocínio

 

Qual é o momento atual da sua empresa? Se você precisa de vendas imediatas, o seu foco está em eventos que propiciem a captação de leads. Agora, se você quer fortalecer a imagem da sua empresa a médio e longo prazo, é possível investir em patrocínios com o objetivo de divulgar a sua marca, atrelando-a a eventos que condizem com seus valores corporativos.
brain-2062051_1920

Entenda o evento

 

O primeiro passo antes de decidir pelo patrocínio ou não de um evento é entendê-lo profundamente. Eventos culturais ou educacionais poder ser boas opções para expor a sua marca de uma forma positiva. Eventos corporativos e comerciais são oportunidades de estar em contato direto com o cliente para tentar obter leads.

Independentemente de qual seja o viés do evento, é necessário, também, entender os valores institucionais que ele passa. Se você se orgulha de possuir uma empresa que vende cosméticos que não passam por testes em animais, é incoerente patrocinar um rodeio, já que esse tipo de evento levanta a discussão sobre maus tratos animais. Faria mais sentido atrelar a sua marca a feiras de doação de gatos e cachorros, por exemplo.
user-1275780_1280

Certifique-se de que o público do evento é o mesmo que o seu

 

É bastante provável que seja pouco efetivo você montar um estande de camisetas de rock em uma exposição agropecuária com shows sertanejos. Então, antes de decidir patrocinar um evento, é importante entender se o público ao qual ele se destina é o mesmo público que você busca. De nada adianta gastar tempo e dinheiro expondo a sua marca a pessoas que provavelmente não passarão pela sua empresa depois.
aaa

Crie métricas e monitore os resultados

 

Você só vai saber se o patrocínio de um evento valeu ou não a pena se tiver claro o que deve ser monitorado. Algumas ideias:

– Se o seu objetivo é comercial, contabilize a quantidade de leads obtidos e a taxa de conversão;
– Se o seu objetivo é aumentar o relacionamento com o cliente, contabilize o número de pessoas que visitaram o seu estande;
– Se o seu objetivo é fortalecer a marca, contabilize o número de pessoas que estiveram presentes no evento;
– Se o seu objetivo é se conectar ao público, monitore o número de curtidas recebidas nas redes sociais ou visitas realizadas no seu site durante o evento e compare com “dias comuns”.

Enfim, existem uma série de métricas possíveis de serem avaliadas ao patrocinar um evento. O importante é analisá-las depois para averiguar o que deu certo e o que deu errado.

No caso de patrocínios com o objetivo de gerar vendas, por exemplo, é importante fazer o ROI (Retorno sobre o Investimento), levantando todos os gastos realizados e o retorno obtido posteriormente. Se você gastou R$ 10 mil em um evento e tem um ticket médio de R$ 500, são necessárias mais de 20 vendas para esse evento ser lucrativo.

Tendo um retorno positivo ou não, é importante, também, buscar entender o que ocasionou o sucesso ou o fracasso da ação, para servir de aprendizado na hora de decidir se valerá ou não a pena continuar a patrocinar eventos.

 

Agora que você tem uma ideia mais clara sobre a viabilidade de patrocinar um evento, que tal verificar dicas de como organizar um para a sua empresa? Neste post, falamos sobre isso. Confira!

 

Por Samuel Gonçalves
Gerente de Contas

Por:

COMENTE

Comentários