Assessoria de Imprensa

  • Qual é a diferença entre mídia paga e mídia espontânea?

    A mídia espontânea é aquele espaço na mídia conquistado por conta da força de uma informação gerada por uma empresa, que é considerada notícia pela imprensa e é então publicada nas editorias jornalísticas. A mídia paga, por sua vez, é aquele espaço comprado em um veículo de comunicação para uma empresa publicar um comunicado ou um anúncio. Confira tabela comparativa sobre essas mídias clicando aqui.

  • Qual é o papel do assessor de imprensa?

    O assessor de imprensa é responsável por fazer a “ponte” entre a sua empresa/produto/marca e a imprensa e, consequentemente, com o seu público-alvo.

  • Qual é a vantagem de ter uma assessoria de imprensa?

    A assessoria de imprensa é ideal para as empresas que desejam se mostrar ao público geral ou mesmo para intermediar a relação entre jornalistas e empresas, de modo que haja um bom filtro nessa relação. Além disso, ela é ideal não só para o gerenciamento de crises, mas também para prevenir que pequenos problemas tomem uma proporção muito maior.

  • Marketing é a mesma coisa que assessoria de imprensa?

    Marketing e assessoria de imprensa não são a mesma coisa. Marketing é todo esforço que visa detectar as necessidades do consumidor e definir formas de atendê-las (como por meio da formulação de um produto), enquanto que assessoria de imprensa é uma ferramenta de comunicação que busca gerar relacionamento entre uma empresa e a imprensa.

Comunicação Corporativa

  • Qual é a importância do planejamento estratégico na área de comunicação?

    Ele é responsável por munir a empresa com informações que irão nortear o direcionamento estratégico do trabalho de comunicação, analisando desde o seu desempenho atual até as metas que deverão ser atingidas, com base na análise interna e externa dos seus negócios. As etapas envolvidas, como em qualquer tipo de planejamento, são: análise do ambiente externo e interno, definição de objetivos e estratégias, implementação da estratégia, monitoramento e controle.

  • Quais as vantagens de se investir em comunicação interna?

    – Saber quais são as expectativas dos colaboradores em relação à empresa;

    – Analisar se a política interna é coerente com a política geral da empresa e a sua cultura;

    – Abrir e manter canais de comunicação com os diversos públicos da empresa;

    – Administrar o relacionamento com o seu público interno, visando um bom relacionamento com o público externo;

    – Promover e valorizar a imagem empresarial;

    – Manter elevado o nível de satisfação dos colaboradores, atingindo resultados melhores de produção;

    – Alinhar os processos de comunicação.

  • O que é comunicação interna?

    São as interações, os processos de trocas, os relacionamentos dentro de uma empresa.

  • O que é comunicação dirigida?

    É uma comunicação voltada para um público definido e tem como objetivo estabelecer uma relação sólida com esse nicho do mercado, visando garantir o direito de serem informados com todas as ações empresariais de interesse.

  • A partir de que tamanho uma empresa necessita de um planejamento estratégico em comunicação?

    Não existe tamanho específico, já que a comunicação está presente – e é vital – em empresas de todo porte.

Comunicação Web

  • Quais as diferenças entre a comunicação tradicional e a comunicação digital?

    As principais diferenças – que se mostram como grandes vantagens – estão nas informações disponíveis e na velocidade com que elas são obtidas. O comportamento do consumidor na internet é totalmente mensurável – sabemos quais são suas necessidades, o que ele busca e o que ele rejeita. Isso favorece uma maior e melhor segmentação das ações e das mensagens, promovendo maior grau de interação com o consumidor-alvo e redução de custos.

  • Otimização de sites? SEO? O que minha empresa tem a ver com isso?

    Qual o ponto de partida, na internet, de uma pessoa que busca qualquer tipo de informação? A imensa maioria usa o Google – e também a imensa maioria dessas pessoas não passa da primeira página de resultados que a ferramenta mostra. Por isso é tão importante que o seu site esteja bem posicionado nas buscas dessa ferramenta em relação a uma determinada palavra-chave (termo que as pessoas usam para buscar informações). E como conquistar esse bom posicionamento? Por meio de processos e práticas englobados pela otimização de sites, também conhecidos como SEO (Search Engine Optimization).

  • O que minha empresa pode tirar de bom das redes sociais?

    Nove entre dez internautas brasileiros estão nas redes sociais atualmente – e lá eles se relacionam, trocam informações sobre produtos e serviços e, muitas vezes, decidem suas compras. Ou seja, não há dúvidas de que as redes sociais são hoje uma poderosa ferramenta de negócios. Além disso, deve-se destacar que já não basta mais que sua empresa simplesmente “esteja presente” nas redes sociais – é preciso publicar conteúdo relevante, interagir e trabalhar bem essa proximidade com o cliente.

Produção de Conteúdo

  • Qual deve ser o tipo de texto para site?

    Textos para site devem provocar interatividade e serem personalizados. Para ter vida, um site deve também ter atualização contínua em seu conteúdo. São textos escritos de maneira sucinta, mas que representam com objetividade o perfil da sua empresa/marca/produto e desperte o interesse do usuário de forma imediata.

  • Por que se preocupar com conteúdo?

    Quando se trata da imagem de uma empresa, tanto vale a “cara” quanto o “coração”. Isto é, de nada adianta se preocupar com o visual de um material – seja um folder, seja um site ou uma revista – se o conteúdo que ele apresenta está mal escrito. Uma produção de conteúdo eficaz deve não só se preocupar com as regras gramaticais, mas também – e principalmente – em atingir os objetivos do material, como persuadir, fidelizar, informar etc.

  • O que são e quais são os tipos de publicações?

    As publicações reúnem informações sobre determinado assunto de interesse comum ou destinado a um tipo de público específico. É o caso da produção de revistas, livros, jornais, entre outras.